Yôga é uma prática ancestral de origem indiana, e constitui-se de uma filosofia cujo conjunto de técnicas visa diversos objetivos tais como autoconhecimento, equilíbrio entre corpo e mente, saúde física e espiritual e comunhão entre o indivíduo e o todo, mas sempre tendo como meta final atingir o estado de samadhi, ou hiperconsciência.

Yôga provém da raiz sânscrita yuj, que significa “união”, “junção”.
Na filosofia, indica a união do ser humano com sua essência, o púrusha.
Yôga é qualquer metodologia estritamente prática que conduza ao samadhi”. Esta é definição de Yôga feita pelo Mestre DeRose que completa definindo samadhi como “um estado de hiperconsciência, megalucidez, que só o Yôga proporciona”. Esta é a definição adotada pelo Swásthya Yôga.

Definições de Yôga por Mestres renomados:

  • “Yôga é a integração consigo mesmo, com os outros seres e com o Universo”, Mestre Sérgio Santos.
  • “Yôga é a supressão dos turbilhões mentais” – Mestre Shivananda.
  • “Yôga é a supressão das instabilidades da consciência” – Mestre DeRose.
  • “Yôga é o estado do ser em que o movimento ideacional eletivo da mente retarda-se e chega a deter-se” – Mircea Eliade.

Enfim… Yôga é prática! Vamos praticar?

Instrutora Danielle Dias Silva Girz